© 2016. Orgulhosamente criado por SELO CRIATIVO

Ligue:

+55 13 3467 4723

Endereço: 

Rua Osvaldo Eduardo 138, São Vicente/SP

CNPJ

02.360.954/0001-30

COLETIVOS

18 de Maio

18 de Maio

DIA 18 DE MAIO – DIA NACIONAL DO ENFRENTAMENTO AO ABUSO E À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES E DIA NACIONAL DA LUTA ANTIMANICOMIAL.

Por que o dia 18 de maio é um dispositivo de formação e mobilização social para o Camará? Muito da nossa história se entrelaça com a luta marcada por esse dia.

O Camará foi fundado por trabalhadores e militantes da Luta Antimanicomial e Movimentos da Infância no ano de 1997, estando sediado no município de São Vicente, São Paulo. Naquele momento estas pessoas pensavam em propor pensamentos, estratégias e acompanhamentos que colocassem em diálogo a formação da infância e da adolescência em tempos de mudança de paradigmas na perspectiva do cuidado em saúde. Nestes quase 20 anos de existência vem desempenhando ações de âmbito local, regional e nacional que tem influencia dessa temática.

Adotamos como referências teórico-metodológicas para a prática nos territórios a Pedagogia Social e a Educação Popular, no campo da educação (FREIRE, 1979, 1996), e o Acompanhamento Terapêutico, no campo da saúde (EQUIPE DE ACOMPANHANTES TERAPÊUTICOS DO INSTITUTO A CASA (ORG.), 1991, 1997).

Desde sua fundação, compreendemos a importância de integrar as instâncias de formulação e controle social de políticas públicas, bem como contribuir com a construção de referências metodológicas e educação permanente de trabalhadores sociais.

No ano de 2000, o Camará integrou o coletivo de instituições que elaborou o Plano Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, tendo contribuído com experiências nos eixos de prevenção e atendimento. Em 2003, passou a compor o grupo de consultoria técnica do Programa de Ações Integradas e Referenciais de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes no Território Brasileiro, sob a coordenação da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. A principal tarefa deste grupo de trabalho foi mobilizar, articular, qualificar e fortalecer redes locais de enfrentamento às violências nas cinco regiões brasileiras, com especial ênfase na promoção de saúde e prevenção às violações de direitos contra crianças e adolescentes.

Parte da nossa história e do nosso trabalho dialogam-se profundamente com essa temática e, esse dia, que marca essa luta, se faz um dispositivo de formação para dialogarmos, pensarmos criticamente a respeito de como cuidar das pessoas que se encontram nessas posições vulneráveis. Anualmente, todos os coletivos do Camará passam por esses processos e promovem encontros e eventos para marcar e pautar essa luta na agenda da política pública da cidade, da baixada santista, e do estado, como ainda compor com a agenda nacional.