© 2016. Orgulhosamente criado por SELO CRIATIVO

Ligue:

+55 13 3467 4723

Endereço: 

Rua Osvaldo Eduardo 138, São Vicente/SP

CNPJ

02.360.954/0001-30

Nossa Escola é em Todo Lugar

Nossa Escola é em Todo Lugar

“Nossa escola é em todo Lugar” é um projeto executado pelo Centro Camará de Pesquisa e Apoio à Infância e Adolescência, na cidade de São Vicente, São Paulo, que reconhece o corpo como um legítimo instrumento para uma alfabetização integral através de quatro eixos centrais: esporte educacional, espaço do brincar, alfabetização cognitiva e alfabetização ambiental/cultural. Tais eixos não se reduzem aos conteúdos da escola formal, mas também promovem a construção de pensamento crítico em relação aos processos políticos e sociais, e mantém um quase ininterrupto diálogo, adquirindo um caráter de transversalidade. Justamente esta abertura permite que os eixos, suas linguagens, educadores e educandos possam afirmar suas singularidades.

O projeto reconhece que a cidade é educativa quando os seus diferentes espaços, tempos e atores são compreendidos como agentes pedagógicos, que podem, ao assumirem essa intencionalidade, garantir a perenidade do processo de formação dos indivíduos para além da escola, em diálogo com as diversas oportunidades de ensinar e aprender que a comunidade oferece. E busca superar o isolamento e remodelar a cidade segundo uma imagem diferente da que apresentam os empreendedores, através da produção das brechas nesses espaços, possibilitando a ocupação nestes lugares e a produzir desestabilizações e provocar mudanças de paradigmas éticos neles.

            Trata-se de uma pedagogia crítica que possibilite ir além da resistência à realidade, também produzindo cultura. Ao incorporar uma nova atitude fundada na compreensão da própria subjetividade e no diálogo com o outro, visa protagonizar as crianças e os adolescentes para o uso de seus corpos - entendidos enquanto veículo de experiência e, exatamente por isso, de aprendizado –,a peça central na configuração de um processo de ensino e aprendizado que não é estático ou vertical, mas, ao contrário, dinâmico.

É uma pedagogia que reivindica o direito à cidade, entendido como um direito de mudar a nós mesmos pela mudança da cidade, ou seja, uma transformação ativa dos espaços através de inserções e ocupações por parte de crianças e adolescentes, que, por sua vez, sofrem transformações.