© 2016. Orgulhosamente criado por SELO CRIATIVO

Ligue:

+55 13 3467 4723

Endereço: 

Rua Osvaldo Eduardo 138, São Vicente/SP

CNPJ

02.360.954/0001-30

Please reload

Posts Recentes

Doe sua nota fiscal e participe do Camará

June 11, 2019

1/4
Please reload

Posts Em Destaque

18 de maio na Vila Margarida reúne crianças, adolescentes e organizações sociais

May 25, 2019

O dia 18 de maio é dia nacional de luta contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes, e de luta antimanicomial. Esse ano, em São Vicente, essa data foi marcada não só por nós, mas também por crianças, adolescentes, educadores e profissionais que se mobilizam por essas causas. Esse mês, no próprio 18, um grande encontro aconteceu na Escola de Ensino Fundamental Lúcio Martins Rodrigues, no bairro Vila Margarida em São Vicente, um dos territórios no qual atuamos. 

Foi um dia marcado  por conversas e reflexões sobre o significado dessas lutas com a presença do Núcleo de Atividades Culturais Esportivas e Sociais da ONG Procuru, um projeto de cultura de rua da cidade (Naces Procuru),  do Instituto Camará Calunga e do Instituto Querô.  As propostas do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, executado pelo Camará e pelo Naces foram apresentadas ao território a partir das intervenções dos grupos de crianças, adolescentes e jovens em uma ação coletiva e mobilizadora. 

 

O Grupo Percussivo Afrocalunga saiu em cortejo pelo bairro e as duas instituições conversaram com o público sobre o trabalho a ser desenvolvido no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. "Nós podemos produzir cultura, arte, convivência e dialogar com o território a exemplo do que fizemos hoje, a partir das lutas do 18 de maio", afirmou João Carlos Guilhermino Franca, educador e presidente do Instituto Camará. 

O grupo de dança Ventre Vivo Corpo Livre apresentou seu trabalho, com coreografia executada e pensada pelas crianças componentes, que contaram também como foi participar da mobilização nacional pela educação a partir dos cartazes produzidos e levados para a manifestação. 

 Houve também a apresentação da banda Reféns do Wi Fi, da área continental da cidade, e exibição realizada pelo Instituto Querô, dos curta documentários Maria Capacete e Azuis que falam sobre Transtorno do Espectro Autista e saúde mental, com bastante participação e debate dos participantes.

Clique na nossa galeria e confira como foi! 

 

 

Para mais informações: 

https://www.facebook.com/institutoquero/

https://www.facebook.com/NACES.SV/

https://www.facebook.com/refensdowifi/

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags